Política

  • Início •
  • Blog

Governador faz pedido de desculpas à mulher confundida em reconhecimento facial no Pré-Caju: “Gostaria de recebê-la no palácio”

Da redação

07/11/2023


Em entrevista ao Jornal da Fan, da rádio Fan FM, nesta terça-feira, 7, o governador Fábio Mitidieri fez um pedido de desculpas formal à auxiliar administrativa Thais Santos, cidadã que foi confundida com uma pessoa envolvida em delito após ser submetida ao sistema de reconhecimento facial do Pré-Caju, na Orla de Atalaia, no último sábado, 4. 

Na oportunidade, o gestor corroborou a importância da ferramenta, mas reconheceu o equívoco no momento da abordagem feita pelos agentes policiais. 

“Tá errado mesmo. Vamos lá, por partes, a ferramenta do reconhecimento facial, uma ferramenta tecnológica importante para a segurança pública, necessária nos dias de hoje, utilizada mundo afora, é passível de erro, como acabou acontecendo. A abordagem que a polícia tem que fazer numa situação como essa de reconhecimento facial tem que ser uma abordagem humanizada, porque há uma possibilidade de erro, como acabou acontecendo. Eu, na mesma hora que soube do ocorrido, chamei o coronel Ribeiro, chamei o secretário de Segurança João Eloy, pedi que fosse dar assistência à cidadã e, inclusive, pedi ao nosso gabinete que a localizasse porque não conhecia a pessoa, para que a gente pudesse fazer um pedido de desculpa formal. Eu quero recebê-la no palácio, em nome do povo de Sergipe e do Governo do Estado, me desculpar com ela”, relatou o gestor. 

Em outro momento da entrevista, interagindo ao vivo com Thais, o governador fez o pedido de desculpas direcionado. 

“O estado lhe deve desculpas, e eu enquanto governador do estado tenho a obrigação de lhe pedir desculpas pela forma como foi feita a abordagem a você durante o evento do Pré-Caju. Eu dizia que o instrumento de reconhecimento facial, que é muito importante para a segurança pública, ele tem possibilidade de erro como ocorreu com você, o que não poderia ter ocorrido era abordagem que foi feita a você. A abordagem tem que ser feita de forma humanizada, se há algum problema, se o sistema identificou algum problema, ele pede, vai à pessoa, conversa com educação sem pegar na pessoa, porque há uma possibilidade de erro”, completou. 

O governador também expressou o desejo de receber Thais no Palácio dos Despachos, juntamente com outros representantes de esferas da segurança pública, para formalizar o reconhecimento do erro. 

“Você foi constrangida, você foi humilhada isso não pode ocorrer no nosso governo foi um erro e o nome do nosso governo, peço desculpas a você”, completou Fábio, ao que acrescentou: “Eu gostaria de recebê-la no palácio, na presença do secretário de Segurança Pública e do comandante da Polícia Militar, porque, nessas horas, o líder tem que aparecer. Eu acho que é importante que todos estejam lá para lhe receber, lhe acolher e pedir desculpas formalmente, porque nada disso vai substituir o trauma que você sofreu, isso não tem como reparar, mas não impede que você faça o reconhecimento público do erro que foi cometido. Eu acho que isso é mais do que justo, eu acho que isso é humano”.

Foto: Arthur Soares

Nosso Twitter @portalfanf1

Nosso Instagram @portalfanf1