Política

  • Início •
  • Blog

Belivaldo aponta falta de coordenação de Edvaldo e incentivo de Fábio ao “se jogue” no bloco governista

Da redação

28/05/2024


Na opinião do pré-candidato a vice-prefeito de Aracaju, Belivaldo Chagas (Podemos), faltou coordenação por parte do prefeito Edvaldo Nogueira na hora de conduzir a sucessão na capital com os membros do agrupamento governista. Em entrevista ao Jornal da Fan, da rádio Fan FM, nesta terça-feira, 28, ele também citou o incentivo do governador Fábio Mitidieri às pré-candidaturas. 

“Quem tinha que estar coordenando esse processo era o Edvaldo, e eu não vi até agora ele coordenar nada, acabou deixando nas mãos do governador. O governador, um verdadeiro democrata, como estão a dizer, e eu não tenho nada contra, não sou contra nem a favor, muito antes pelo contrário à posição de quem quer que seja, ele passou a ouvir, e em alguns momentos até a incentivar, quantas e quantas vezes ele disse ‘quem quiser ser candidato, se jogue’?”, disse ele. 

Segundo Belivaldo, a abertura para a possibilidade de membros do grupo se tornarem pré-candidatos dificultou a chamada do “feito à ordem”. 

“E no ‘se jogue’ o tempo foi passando, no ‘se jogue’ candidaturas foram crescendo, e com o tempo passando e pré-candidaturas crescendo, chega um determinado momento que, quando você resolve chamar o feito à ordem, o time já foi. Quero crer que foi o que aconteceu com a pré-candidatura de Yandra”, completou. 

Na oportunidade, Belivaldo Chagas também citou o lançamento da pré-candidatura de Danielle Garcia como um resultado da falta de capacidade de diálogo de Edvaldo.

“Eu sinto que essa pré-candidatura, por exemplo, mais do que legítima, de Danielle Garcia, é falta de diálogo por parte do prefeito de Aracaju. Eu não sei se em algum momento esse cidadão procurou Danielle para poder ter uma conversa, ele e ela, ela e ele. O que eu sei é que sempre existiu um desejo por parte do prefeito e companhia limitada de que Danielle aceitasse ser vice de Luiz Roberto”, afirmou. 

Ainda segundo Belivaldo, houve uma tentativa do governador de solicitar a retirada de pré-candidaturas em favor de Luiz Roberto, candidato de Edvaldo à sucessão. 

“Quando chegou um determinado momento, na última reunião do ‘conselhão’, o governador, e é fato, e ele sabe disso, fez um apelo para que todos retirassem as pré-candidaturas, ou digamos assim, as ‘pré-pré-candidaturas’, se é que existe ‘pré-pré’, em favor de Luiz Roberto. Ora, naquela altura do campeonato já era tarde, pelo menos para a pré-candidatura de Yandra, que já estava se movimentando, percorrendo os bairros diversos, os bairros da cidade”, disse ele ainda.  

Questionado sobre quem deveria ter chamado o feito à ordem, Belivaldo foi incisivo. 

“Edvaldo. É quem tinha que ter tido a humildade de o tempo todo estar conversando com os pretensos candidatos. Eu participei, o governador participou, Edvaldo também participou, salvo engano Luiz Roberto estava lá também, Yandra estava lá no momento de filiação de Danielle ao MDB, todo mundo apoiando. Ora, será que não dava para entender que aquele momento de filiação poderia se tornar o momento de hoje?”, finalizou. 

Nosso Twitter @portalfanf1

Nosso Instagram @portalfanf1