Cidade

  • Início •
  • Blog

Marcos destaca diversidade artística e potencial econômico do Fasc: “É um formador de plateia”

Da redação

30/11/2023


De acordo com o prefeito Marcos Santana, a Cidade Mãe de Sergipe está preparada para receber a 38ª edição do Festival de Artes de São Cristóvão (Fasc), que tem início nesta sexta-feira, 1º, e segue até o domingo, 3. 

Em entrevista ao Jornal da Fan, da rádio Fan FM, nesta quinta-feira, 30, o gestor destacou  a diversidade de vertentes artísticas que compõem o festival, desde atrações musicais, de teatro e dança até rodas literatura, feiras gastronômicas, exposição de artesanato, palestras, oficinas e exposições. 

Neste ano, a programação será distribuída em 15 espaços, organizados por todo o centro histórico e outros pontos da cidade. 

“O Fasc acontece simultaneamente em vários locais, com teatro, com dança, com cinema e com literatura. Por exemplo, o Fasc será aberto pela Orquestra Sinfônica Sergipe, então amanhã, às 19h30, a Orquestra Sinfônica é quem abre o Fasc. Um dos objetivos do Fasc, e que quem bem colocou isso foi a professora Aglaé Fontes de Alencar, ela disse: ‘Marcos, o Fasc é um formador de plateia’. Imagine alguém que não tenha recursos financeiros para comprar, para vir ao teatro, para assistir uma peça, para assistir um grande show, no Fasc ele vai fazer isso gratuitamente, o Fasc é uma festa gratuita”, afirmou. 

Na oportunidade, o prefeito destacou ainda a potencialidade do festival, construído também pelo Ministério da Cultura, de angariar empresas apoiadoras devido a visibilidade que proporciona a esses entes. 

“Um dos realizadores do Fasc, graças a Deus, é o Ministério da Cultura, não é mais somente a Prefeitura de São Cristóvão, através da Lei Rouanet, e é por isso que foi possível que vários empresários adotassem o Fasc, não ajudassem o Fasc, eu elimino essa palavra, eu não peço ajuda para o Fasc. Eu apresento um projeto, e peço desculpa pela falta de modéstia, para que as empresas públicas ou privadas percebam que esse é um projeto que ele pode vincular a marca dele e ter retorno de mídia”, disse ele. 

Marcos Santana também comentou sobre o retorno financeiro do Fasc para os setores de comércio e turismo do município, além da geração de empregos. 

“A cidade está preparada, o comércio preparado, as pessoas alugaram suas casas, já deixando suas casas para receber os visitantes, aqueles que optaram por ficar os três dias na cidade. Todo o clima que envolve o Festival de Artes já toma conta de toda a cidade, a parte de estrutura sendo finalizada e a gente realmente com a expectativa muito positiva de mais um Festival de Artes que possa gerar trabalho e renda para a cidade, porque é um dos objetivos implícitos do Festival de Artes”, finalizou.

Nosso Twitter @portalfanf1

Nosso Instagram @portalfanf1