Cidade

  • Início •
  • Blog

Conselheira e procurador enaltecem papel indutor do TCE na melhoria de políticas públicas

Da redação

04/08/2023


Na manhã desta sexta-feira, 4, o Jornal da Fan, da Rádio Fan FM, entrevistou o procurador geral do Ministério Público de Contas, João Augusto Bandeira de Mello, e a conselheira e vice-presidente do Tribunal de Contas do Estado de Sergipe (TCE-SE), Suzana Azevedo, que falaram aos ouvintes da Rádio Fan FM sobre a atuação do Tribunal de Contas junto à gestão pública, no que diz respeito não somente à fiscalização, mas referente também ao desenvolvimento de ações e parcerias no sentido de fomentar boas iniciativas e projetos na administração da coisa pública, a exemplo de um evento sobre Educação, direcionado aos gestores municipais de Sergipe.

“Na próxima segunda e terça-feira, dias 7 e 8 de agosto, o TCE vai sediar o maior evento de Educação de 2023. Teremos os melhores especialistas em Educação do país, onde eles vão, com toda essa sua expertise, colocar para os nossos prefeitos e secretários de Educação, todo o aprendizado de sucesso e exemplos exitosos que deram certo em seus municípios e estados. Teremos aqui esse aprendizado, para mostrar aos nossos prefeitos que nós precisamos melhorar a Educação em Sergipe.  Nosso Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) é um dos piores do Brasil. Desde 2019, junto com o nosso procurador de Contas, Bandeira de Mello, o nosso Tribunal de Contas vem tentando, com nosso papel indutor, mostrar aos nossos gestores que Educação tem que ser prioridade, tem que ter um olhar diferenciado, porque Educação é a base de tudo, pois crianças que não tiverem um bom aprendizado, não vão chegar a lugar nenhum. Queremos que todos os recursos gastos com Educação, que não são poucos, tenham eficácia e sejam bem aplicados”, disse a conselheira.

O procurador Bandeira de Mello ressaltou que a organização deste evento voltado à Educação é um exemplo prático de como as atribuições do Tribunal de Contas vão muito além de apenas fiscalizar as finanças e/ou o ter o controle do que é feito com erário público, destacando que ações como esta, que visam fomentar e orientar as boas práticas e gestões estratégicas da coisa pública, é, também, uma das atribuições do órgão.

“O que é um órgão de controle? É aquele que vai trabalhar para que aqueles órgãos jurisdicionados, que são fiscalizados, cumpram aquilo que devem cumprir. O que se quer, na área da Educação, é que os recursos sejam bem aplicados, então, a gente precisa de duas coisas: primeiro, que tenhamos escolas bem cuidadas, com transporte e merenda escolar bons, e professores bem remunerados e com carreiras estruturadas. O papel do TCE será bem cumprido quando a gente tiver a certeza que uma criança vai ser colocada na escola e sair de lá aprendendo, tendo a confiança de que a criança cumpra a sua jornada e, lá na frente, saia apta para o mercado de trabalho e pronta para ser a protagonista do seu próprio futuro”, disse o procurador.

Nosso Twitter @portalfanf1

Nosso Instagram @portalfanf1