Nacional

  • Início •
  • Blog

Ginecologista é condenado a 277 anos de prisão por estuprar 21 mulheres em Goiás

Da redação

14/06/2023


O médico ginecologista, Nicodemos Júnior Estanislau Morais, de 42 anos, foi preso e condenado a 277 anos de prisão, por estuprar 21 mulheres, na cidade de Anápolis, em Goiás. Ele ainda deverá pagar R$ 100 mil de indenização para cada vítima, por danos morais.

Nicodemos foi condenado pela juíza titular da 2ª Vara Criminal de Anápolis, Lígia Nunes de Paula, pelos crimes de estupro de vulnéravel, violação sexual mediante fraude e assédio sexual.

O ginecologista se tornou alvo de investigação depois que mulheres procuraram a Delegacia de Atendimento À Mulher (Deam), para denunciar assédio sofrido no consultório dele. No início, foram três, mas o caso ganhou repercussão e outras vítimas se sentiram seguras para também registar os crimes.

O médico já tinha sido preso em 29 de setembro de 2021, mas foi solto no dia 4 de outubro por decisão da justiça e passou a ser monitorado por tornozeleira eletrônica. Nesse tempo, mais vítimas registraram ocorrências e ele voltou a ser preso dia 8 de outubro. 

Nosso Twitter @portalfanf1

Nosso Instagram @portalfanf1