Desde a manhã da terça-feira, 25, os usuários do transporte coletivo de passeiros  da linha 607- Santos Dumont/ Mercado não utilizam o serviço. A circulação dos veículos que fazem a linha e passa pelo bairro Japãozinho foi suspensa. Revoltados, moradores protestaram nessa quarta-feira, 26. Segundo eles não foi dado nenhum aviso prévio para interrupção.

O Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros de Aracaju (Setransp) informou nesta quinta-feira, 27,  que a linha está enfrentando problemas para circular no Bairro Japãozinho em função das recorrentes ameaças contra os motoristas, da evasão de receita com pessoas pulando a catraca e dos vandalismos colocando em risco a vida de passageiros. Por essa causa, o Sindicato dos Trabalhadores de Transporte Rodoviários (SINTTRA) encaminhou a determinação para que os motoristas não operarem na localidade até que a segurança seja restabelecida.

Moradores reconhecem o problema, mas cobram uma solução rápida. “Tem muita gente que não paga passagem, mas a população de um bairro todo não pode ser punida desta forma. Se o problema é a falta de segurança ou evasão de receita, as empresas de ônibus precisam resolver com a Secretária de Estado da Segurança Pública. Nós precisamos do transporte”, apelou o líder comunitário Wagner Santos.

Foto: Júlio César