A cozinheira Marilene Rodrigues dos Santos, 63, deu entrada ontem, 4, no Hospital São José, no bairro Santo Antônio, em Aracaju (SE), para fazer uma cirurgia de retirada de hérnia e do útero, mas, ao deixar o centro cirúrgico, após o procedimento, soube que havia sido extraída a tireóide e não os órgãos doentes. A família prestou Boletim de Ocorrência ontem mesmo, após a cirurgia e vai processar judicialmente o hospital e a equipe médica pelos erros cometidos.

Hospital São José, no bairro Santo Antônio. Foto: Arquivo

Segundo o genro de dona Marilene, Wênio de Lima Santos, ela não tem previsão de alta, chora bastante, e ao chorar, a região onde foi realizado o procedimento cirúrgico equivocado sangra bastante. “Ela está sofrendo muito e para piorar a situação, minha sogra sofre asma e é diabética”, lamentou. A cirurgia foi pelo Sistema Único de Saúde.

Ele disse que, o hospital ainda tentou esconder da família que havia errado de procedimento cirúrgico, e, sem consultar a paciente, nem seus familiares, a levou de volta ao centro cirúrgico para tentar realizar a cirurgia de hérnia e do útero. “Mas, depois que a gente insistiu muito, eles desistiram. Minha sogra já estava no centro cirúrgico”, exclamou”.

Segundo Wênio, a família já decidiu: vai acionar judicialmente o hospital para reparação de todos os danos.

A diretoria do Hospital São José foi contactada pelo Fan F1 e ficou de enviar nota sobre o assunto, o que não ocorreu até a publicação desta matéria.

Foto de destaque: Dona Marilene/Arquivo da família