Em entrevista ao radialista Narcizo Machado, do Jornal da Fan na manhã desta segunda-feira, 14, o representante do Movimento Atitude Sergipe (Mova-SE), Uilliam Pinheiro revelou os detalhes sobre uma apuração feita pelo grupo, que aponta possíveis irregularidades no pagamento de diárias e inscrições de congressos a vereadores da Câmara Municipal de Nossa Senhora do Socorro (SE).

Segundo ele, os gastos nos últimos dois anos, 2017 e 2018, somam R$ 724.437,23, sendo R$ 591 mil com diárias e R$ 133.437, 23 com inscrições para congressos. Ulliam disse que cada diária custa R$ 1000,00 e criticou o pagamento desses valores, que para ele, não apresentam resultados reais na prática. “A grande maioria dos projetos que tramitam na Câmara de Socorro são de autoria do Poder Executivo. Como é que eles viajam tanto, fazem tantos cursos e tem uma produtividade tão baixa? Com qualificação, esperávamos que eles pudessem apresentar mais projetos, e mais, melhorar de fato a qualidade de vida do povo”, pontou.

O levantamento feito pelo Movimento ainda aponta que os valores das diárias pagas aos vereadores de Socorro superam as que são pagas a ministros de estado,  que segundo Ulliam, não ultrapassam R$ 580,00. “Quando questionamos os vereadores, eles dizem que as viagens são necessárias para adquirir conhecimento”, informou.

Ulliam informou ainda que essas informações foram obtidas pelo Portal da Transparência da Câmara de Nossa Senhora do Socorro e que diante da suspeita de irregularidade ingressou com uma ação civil pública no Ministério Público Estadual (MPE-SE), o que provocou a abertura de um inquérito. Uma outra investigação sobre o caso também foi aberta no Departamento de Crimes Contra a Ordem Tributária da Polícia Civil.