Familiares prestam nesta sexta-feira, 21, as últimas homenagens ao cabo da Polícia Militar de Sergipe, Hélio Santos Silva, de 43 anos. O corpo do PM está sendo velado na residência dos pais dele, no Conjunto Jardim, em Nossa Senhora do Socorro (SE).

O cabo conduzia sua motocicleta pela BR-101 na tarde dessa quinta-feira, 20, depois de ter saído da casa dos pais e quando se dirigia à sua casa no bairro Ponto Novo em Aracaju (SE), bateu no fundo de uma caçamba que estava parada na pista e morreu na hora. O veículo auxiliava na limpeza do canteiro e segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF) estava devidamente sinalizado.

Abalada, a família busca explicações para o que aconteceu, mas acredita acredita que o PM  tenha sido vítima de uma fatalidade. Hélio Santos Silva, era o primeiro filho de uma família de cinco irmãos e estava há 20 anos, na Polícia Militar, atualmente lotado na Companhia de Polícia de Trânsito (CPTran).

O sepultamento, de acordo com o irmão do policial, está marcado para às 15h30 no cemitério São João Batista em Aracaju (SE).

Cabo Hélio, como era conhecido, era casado e tinha três filhos.