O mês de setembro é dedicado aos santos gêmeos Cosme e Damião, tanto pelas religiões de matriz africana, quanto para Igreja Católica. No dia, 27, quando é oferecido o tradicional caruru em agradecimento aos santos, muitos terreiros, ou “casas de axé” fazem uma verdadeira festa. Em várias dessas casas a preparação para o grande dia já começou.

Imagens de Cosme e Damião

A Yá Silvia de Oxum Opará, conhecida como Mãe Silvia, chefe do Abassá Maria da Paz, contou que o caruru, apesar de tradicionalmente ser servido em setembro, pode ser dado também em outubro ou dezembro, em  novembro fica proibido, porque segundo ela, é um  mês “pesado”, dedicado as almas.

“Cosme e Damião representam os erês, entidades infantis, que trazem vida e alegria, características comuns nas crianças. Fazem caridade e são trabalhadores da seara do bem. Uma forma de prestigiar essas entidades é  agradando as crianças terrenas, por isso é servido o caruru, com balas, refrigerantes, pipoca e até brinquedos”, explicou.

A preparação da festa é cercada de preceitos, ou seja normas. De acordo com Mãe Silvia, as pessoas que fazem o caruru precisam estar vestidas de branco e limpas, tanto espiritualmente, quanto fisicamente. “Os filhos de santo ficam responsáveis por cortar os quiabos e o preparo geral do caruru é função da Yabassé, um dos papéis mais importantes dentro de uma casa de axé”, destacou.

Professor Fernando Aguiar

O professor de história e doutor em educação pela Universidade Federal de Sergipe (UFS), Fernando Aguiar, explicou que a tradição do oferecimento do cururu  nesse período se deve a a cultura africana, que segue, com suas variações, mas de uma forma geral é mantida aqui no Brasil. ” Setembro marca o inicio do calendário agrário entre os africanos da Costa dos Escravos , do Golfo da Guiné e de Luanda . Iniciam-se os ciclos de colheita de inhame e do quiabo, celebrando-se assim, a colheita e o reinício da vida. Em agradecimento as entidades infantis, responsáveis pela renovação do ciclo, lhes é oferecido um grande repasto ou ceia a base de caruru, arroz, vatapá, xinxim de frango ou simplesmente doces, balas , brinquedos”, detalhou.

Com tradicionalmente acontece, Mãe Silvia, servirá o caruru do Abassá Maria da Paz, no dia 27 de setembro. A casa de axé, fica no Conjunto Marcos Freire II, em Nossa Senhora do Socorro (SE) rua 83/79, número 40.