“Muitos amigos meus estão votando nele, agora eu não posso obrigar nada contra ele. A gente tem feito uma política com muita correção com o governador Eduardo Amorim, com nossa caminhada e com nosso agrupamento, mas ele tem que entender que ele chegou agora, ele caiu de paraquedas agora no agrupamento”.

Foi com essa declaração que o candidato ao Senado pelo PSC, André Moura, revelou o clima interno na coligação do candidato ao governo Eduardo Amorim (PSDB). As duras palavras foram direcionadas ao seu colega de chapa Heleno Silva (PRB) que estaria externando contrariedade em não estar recebendo o devido apoio da coligação.

André concedeu entrevista nesta segunda-feira, 24, a Rádio Juventude FM, na cidade de Lagarto. O deputado federal e líder do governo Temer disse que não saiu candidato esperando por voto de ninguém. “Eu não saí candidato esperando que A, B, ou C me desse voto”, disse André.

O deputado disse ainda que os resultados das pesquisas deixaram Heleno desesperado. “Depois que saíram as ultimas pesquisas e que a gente consolidou em segundo lugar, e que Heleno está lá embaixo, parece que bateu o desespero”, afirmou André.

A entrevista foi concedida ao radialista, Valdson Diniz.

Ouça o áudio da entrevista cedido pela Juventude FM.