A Secretaria de Estado da Agricultura (Seagri) e Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz) estiveram reunidas com as principais empresas beneficiadoras de leite de Sergipe para discutir proposta de reverter valor do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Prestação de Serviços (ICMS) em benefícios de investimentos que fortalecem o trabalho dos produtores de leite. O encontro aconteceu esta terça-feira, 18, no auditório da Secretaria da Agricultura, e contou com a participação de representantes do Sebrae e das empresas Natville, Sabe e Betânia.

De acordo com o planejamento das Secretarias, a iniciativa pretende beneficiar os pequenos produtores, concentrados principalmente no alto sertão sergipano. A maioria sofre os frequentes períodos de seca. “Trata-se, por outro lado, de um produto que tem uma importância econômica. Caso essa proposta seja concretizada, vai ajudar ao produtor e a toda economia de nosso semiárido”, explica Rose Rodrigues, Secretária de Estado da Agricultura.

A expectativa da Secretaria da Agricultura é de que o projeto, inicialmente voltado para a cadeia produtiva do leite, possa servir de exemplo para a criação futura de um Fundo de Apoio à Agricultura Familiar.