O julgamento do recurso do prefeito afastado de Itabaiana (SE) Valmir de Francisquinho está pautado para o dia 12 de março, na Câmara Criminal do Tribunal de Justiça de Sergipe.

A apreciação, que estava prevista para acontecer na última terça-feira, 19, foi cancelada por conta do falecimento de um amigo do relator do processo, desembargador Diógenes Barreto.  O julgamento chegou a ser remarcado para esta quinta-feira, 21, mas foi retirado de pauta, e agora o recurso só será julgado depois do carnaval.

Entenda o caso

Valmir de Francisquinho ficou preso por 15 dias em novembro do ano passado. Ele foi levado para o Presídio Militar, juntamente com o secretário de Agricultura, Erotildes José de Jesus, no dia 7 durante a Operação Abate Final.  Valmir foi indiciado por excesso de exação qualificada (cobrança indevida de tributos) e associação criminosa.