Após operação do Departamento de Crimes contra a Ordem Tributária e Administração Pública (Deotap) da Polícia Civil, na Secretaria Municipal de Agricultura de Ribeirópolis (SE), houve repercussão no meio político e nas redes sociais vinculando a ação com uma possível perseguição política.

O prefeito da cidade, Antônio Passos (DEM) é uma das mais importantes e antigas lideranças do Democratas e opositor do governador Belivaldo Chagas (PSD). O filho do prefeito é o deputado estadual Georgio Passos que é líder da oposição na Assembleia Legislativa de Sergipe (Alese)

Diante da reação,  o Governo emitiu nota garantindo a isenção da ação. Veja nota na íntegra:

A Secretaria de Segurança Pública (SSP) vem repudiar matéria veiculada com afirmações exdrúxulas sobre uma suposta influência do governador Belivaldo Chagas na Operação Simbiose que emitiu mandado de busca e apreensão de documentos na Prefeitura de Ribeiropolis.

A SSP afirma que não há nenhum tipo de ingerência política nos trabalhos técnicos da Deotap, nem sobre a delegada Thaís Lemos, que pauta sua conduta de trabalho baseada apenas no seu profissionalismo e na boa técnica policial.

A operação foi desencadeada depois de diversas tentativas de se obter documentação da prefeitura de Ribeiropolis sobre questões relacionadas ao matadouro por via de oficio, sempre sem respostas.

Essa “pseudo matéria jornalística” em questão é uma excrescência em todos os sentidos, sem fontes, sem apuração, cruzamentos de informações, ou seja, um texto leviano, meramente opinativo e especulativo que será levado as barras dos tribunais para que esse tipo de conduta irresponsável não fique sem a devida resposta.