“Não fiz nenhuma ofensa ao colega deputado”. O que quis dizer, na verdade, é que Gualberto parece um gato, porque sempre defende o governo como um felino, usando suas garras, e atacando os adversários. Tudo no campo político”, esclareceu o deputado Samuel Carvalho (Cidadania23), através da sua assessoria de Comunicação,

Segundo Samuel, a comparação que fez do vice-líder do Governo Francisco Gualberto (PT) a um gato, ao discursar da tribuna da Alese, foi deturpada e mal interpretada pelo parlamentar petista.

Castração – Quanto à questão de castração, prossegue a nota de Samuel, “foi uma analogia ao embate político, pois o G4, do qual a deputada Kitty Lima integra, é sempre alvo das críticas e ataques do deputado do PT, num processo natural de debate no legislativo. Insinuei ao mencionar a castração que nós combateremos o discurso governista e cortaremos a linha de provocação do governo, uma vez que Gualberto continua fazendo fervorosa defesa da atual gestão. Essa é a ideia”, explicou.

Moleque é guri –  Para Samuel Carvalho, a citação “moleque” dita pelo petista deve ser vista pelo lado temporal, “pela pouca idade que tenho, (apenas 35 anos), pela nossa juventude política. É natural que seja chamado de menino, afinal moleque é menino, é garoto, é guri.

A nota conclui dizendo que o deputado Samuel Carvalho tem respeito a Gualberto e a todos os colegas deputados que compõem a Alese. “Sempre em tom descontraído brinco nos corredores com o petista. É uma boa pessoa. Fora do parlamento não tenho nada contra ele. E dentro do parlamento estamos em lados opostos.