Depois da “Operação Simbiose”, deflagrada na sexta-feira, 12, para cumprimento de mandados de busca e apreensão na Secretaria Municipal de Agricultura do município de Ribeirópolis (SE), o deputado  estadual Georgeo Passos (Rede), se posicionou neste sábado, 13. O parlamentar é filho do prefeito do município, Antônio Passos.

Um inquérito policial foi instaurado para apurar um suposto desvio de recursos públicos provenientes da arrecadação de taxas com o abate de animais no matadouro. A informação é de que era cobrada uma taxa de R$ 55,00 por cabeça de gado; porém, o código tributário municipal estabelece o valor de R$ 15,00 por cada bovino abatido.

Em um grupo de uma rede social, Georgeo disse: “Antonio Passos é um homem sério. Após o contraditório, veremos o que acontecerá.  Só não pense que isto vai me calar. Detalhe. Se meu pai errar, serei o primeiro a pedir o cumprimento da Lei, afinal, temos que manter a coerência sempre” afirmou.

Segundo Georgeo, a estratégia adotada por seu pai, não será semelhante a dos dois. “No caso dos outros dois gestores houve prisão e eles ficaram em silêncio, deixaram que a defesa atuasse, já em Ribeirópolis não teve. Portanto o mandato será mantido no mesmo nível, sem mudanças. Espero que não haja nenhuma interferência política neste caso”, apontou.