Na manhã desse domingo, 14, desembarcou em Aracaju (SE) a venezuelana Carolina Fiorli, de 21 anos, acompanhada de seu filho de apenas um ano. Refugiada, ela está na capital sergipana há sete meses, mas não havia conseguido trazer o pequeno Gerard, que ficou no país vizinho sob os cuidados da avó.

Em Aracaju (SE) Carolina conheceu o atual namorado, o consultor de vendas, Breno Brito, juntos os dois foram à Venezuela e conseguiram resgatar o garoto. Para voltar ao seu país e trazer seu filho, Carolina vendia brigadeiro no Centro de Aracaju. Ela ainda contou com a  ajuda da ONG “Brasil 200”.

Mesmo com toda a dificuldade de suas condições por aqui, ela sempre considerou que estava em condições muito melhores que em seu país de origem. Desde meados de 2013, a Venezuela enfrenta uma crise que piora a cada dia. Atualmente, o país encontra-se em uma encruzilhada, enfrentando uma crise política em razão da disputa entre Nicolás Maduro e a oposição venezuelana, que denuncia os abusos de poder cometidos pelo presidente. Além disso, existem a crise econômica, a crise humanitária e ainda o risco de uma intervenção liderada pelos Estados Unidos.

“Eu me sinto muito feliz e muito grata, só posso agradecer a Deus por tudo que me tem acontecido”, afirmou Carolina ao desembarcar em Aracaju (SE).

Pelo menos 35 refugiados da Venezuela moram hoje em Sergipe.