Um jovem de 22 anos é apontado pela polícia como o responsável por abusar sexualmente de um menino de 10 anos, no município de Frei Paulo (SE), na região agreste do estado. O jovem é vizinho da criança e segundo a polícia, se aproveitou do momento em que os pais do garoto estava trabalhando, para entrar na casa e cometer o abuso. Ele foi preso na tarde dessa quinta-feira, 20, no município de Ribeirópolis (SE).

O delegado Leógenes Corrêa, responsável pelas investigações, informou que a crianças foi ouvida e confirmou a prática do crime, que também foi confirmada através de exames feitos no Instituto Médico Legal (IML).

As investigações começaram a partir da desconfiança da professora do garoto, que percebeu a mudança de comportamento do menino, inclusive a dificuldade dele de sentar e caminhar na escola, assim após conversar com o aluno comunicou o fato ao Conselho Tutelar, que  acionou delegacia de polícia da cidade.

Iniciadas as investigações ficou  comprovado o crime de estupro de vulnerável ocorrido no mês passado. De acordo com a polícia, o criminoso havia deixado o município após a prática do delito e só circulava pela cidade nos finais de semana. “Pedimos a prisão preventiva para assegurar a aplicação da lei penal e proteger a vítima”, afirmou o delegado Leógenes Corrêa.

O delegado elogiou a atitude da professora que agiu rápido: “ela está de parabéns, porque se ficasse de braços cruzados, o menino continuaria sendo vítima do rapaz por muito mais tempo”.

O jovem está preso na Delegacia Regional de Itabaiana (SE), de onde será levado para uma unidade do Sistema Prisional sergipano. A pena para este crime vai de 08 a 15 anos de reclusão.

Com informações da SSP-SE