A Prefeitura de Aracaju anunciou nesta quarta-feira, 25, que fará a derrubada de mais de 150 árvores em toda a capital. Entre as justificativas apresentadas estão as de que levou-se em conta as questões relacionadas a Segurança dos cidadãos, mobilidade, e risco de interferências na rede elétrica. De acordo com o secretário municipal de Meio Ambiente, César Viana, as derrubadas acontecerão depois de um trabalho cauteloso que foi feito por agrônomos, engenheiros ambientais e  biólogos.

“Todo o trabalho está sendo feito consonância com o Ministério Público Estadual (MPE), no ano de 2017 fizemos um levantamento que apresentou a necessidade de suprimento de mais de 150 árvores, que só serão derrubadas porque existe uma real necessidade. Somente no ano passado cerca de 300 árvores caíram em Aracaju”, informou o secretário César viana.

Ainda segundo o secretário milhares de novas árvores serão plantas na capital, pelo menos cinco mil somente este ano. “A prefeitura firmou parcerias com empresas privadas e com Sergipe Tec, parque tecnológico do Governo do Estado, e lá estão sendo produzidas mais de 10 mudas. Acredito que em outubro já estejamos iniciando o plantio de várias delas em parceria com uma universidade particular da capital. Além disso, contamos com a compensação ambiental de empresas que chegam ou que expandem seus negócios em nosso município”, concluiu.

Apesar das reações contrárias ao corte das árvores, o secretário disse que está tranquilo e que a população aracajuana poderá acompanhar melhoria na qualidade de vida e ainda o plantio de diversas espécies típicas da Mata Atlântica, como prometido.