O policial civil Carlos Iran da Corregedoria da Secretaria de Segurança Púbica de Sergipe (SSP/SE) denunciou no Jornal da Fan nesta quinta-feira, 7, o sargento Santos da Polícia Militar por abuso de poder. Segundo o civil, na segunda-feira de carnaval, 4, ele teria sido ameaçado e agredido pelo PM. O policial Iran disse que já procurou o Sindicato dos Policiais (Sinpol) e que vai à Corregedoria de Polícia formular a denúncia.

De acordo com o policial Iran, o fato teria ocorrido às 16h20 da segunda-feira, no bairro São Carlos, durante a passagem de um bloquinho de carnaval. De acordo com ele, houve um congestionamento na via, obrigando os carros a pararem.

Ainda segundo Iran, o sargento teria se aproximado de seu carro e de forma grosseira, falou para ele encostar o veículo na lateral da pista. “Eu me identifiquei como policial e pedi calma, que não era com grosseria a forma correta de agir”, relatou Iran.

De acordo com ele, a partir daí, foram só agressões até desencadear no tapa na cabeça e na ameça. Segundo o civil, a situação só não piorou por causa da chegada do Getam.

“Vou procurar a todos os direitos. Esse cidadão é um desequilibrado. Não tem condições de comandar uma guarnição”, afirmou Carlos Iran.

O Comando Geral da Polícia Militar de Sergipe não se pronunciou sobre o assunto.

Nota de esclarecimento da PM – A Polícia Militar do Estado de Sergipe recebeu com preocupação a informação divulgada pela imprensa sobre uma suposta atitude arbitrária cometida por um sargento PM que trabalhava no policiamento de um evento carnavalesco contra um policial civil que estava de folga, na última segunda-feira, 4, no Bairro Olaria.

O comando da PM deixa claro que o meio legal para oferecer qualquer tipo de denúncia que envolva os seus integrantes é a Ouvidoria da Corporação. Dessa forma, não compactuará com as intimidações proferidas pelo policial civil num vídeo veiculado nas redes sociais, onde são feitas ameaças ao PM que estava no exercício legal da sua função, e já encaminhou o material à delegada-geral.

A Corporação reforça o bom relacionamento entre as duas instituições que certamente não será abalado por fatos isolados que não condizem com a natureza dos seus bravos integrantes, homens e mulheres que de forma corajosa e compromissada, arriscam suas vidas diuturnamente em defesa do povo sergipano.

Foto: Imprensa 79

Matéria atualizada às 16h03 para inserir nota de esclarecimento da PM