A Secretaria de Estado da Segurança Pública de Sergipe voltou a falar sobre a morte do jovem José Willian de Oliveira Pereira, 23 anos, que foi atingido por disparos de arma de fogo em uma Cavalgada realizada no dia 13 de agosto, no município de Brejo Grande (SE). Um policial militar é apontado como principal suspeito de ter efetuado os disparos.

À época, a Polícia Militar de Sergipe informou que policiais trabalhavam para garantir a segurança do local, quando o fato aconteceu. A versão do PM investigado é que enquanto algumas abordagens aconteciam, Willian teria o enfrentado ao ponto de tentar pegar a arma do agente, o que teria provocado o tiro de forma frontal.

O laudo pericial, divulgado nesta sexta-feira, 21, prova o contrário. Segundo Polícia Criminalística, o disparo que atingiu a cabeça do jovem foi efetuado na parte de trás da cabeça. O policial, identificado como Wesdgley de Oliveira Rodrigues, foi indiciado por homicídio doloso, quando há intenção de matar. Wesdgley continua afastado das funções militares.