A Secretaria de Segurança Pública de Sergipe (SSP-SE) divulgou detalhes do crime que chocou o Estado na madrugada desta quarta-feira, 25, em que pai e filho foram mortos a tiros e degolados na cidade de Itaporanga d’Ajuda (SE). Segundo a delegada Mariana Amorim, ambos foram assassinados por três homens encapuzados que bateram à porta da casa de Andeilton Santos da Paixão, 36, dizendo serem da polícia. Há suspeitas que Andeilton tenha envolvimento com tráfico de drogas e roubo de animais.

De acordo com a delegada, ele estava em casa com a esposa que abriu a porta. “Ao entrarem, começaram a pedir dinheiro. Ela disse que não tinha passaram a revirar o imóvel. Eles saíram e chamaram Andeilton. Foi quando efetuaram os disparos e depois teriam cortado a cabeça de Andeilton. Depois, teriam seguido ao segundo terreno, onde ficava a segunda vítima, o pai de Andeilton”, contou a delegada.

O pai de Andeilton morava no sítio que pertencia ao filho. Neste terreno, de acordo com a delegada, eram criados diversos animais – codornas, cavalos, gado, galinha- e lá, José Otávio da Paixão, 64, foi assassinado da mesma forma do filho.

Segundo a delegada, ambos são ex-presidiários. Andeilton, foi liberado em janeiro pelo crime de tráfico de drogas. Já o pai, havia sido liberado há mais tempo. Mariana Amorim informou ainda que, Andeilton há suspeitas que ele ainda trafica droga e tem envolvimento com roubo de animais.