Uma das pautas mais polêmicas em tramitação na Câmara Municipal de Aracaju (SE), deve entrar em 2º discussão, com apresentação de emendas de outros parlamentares, nesta terça-feira, 4, o Projeto de Lei da vereadora Kitty Lima, que propõe o fim gradativo de carroças na capital.  Um grupo de carroceiros, apoiado pelo vereador Palhaço Soneca, se mantém em frente à CMA num ato de protesto contra o projeto.

Todo projeto de Lei levado ao plenário da câmara passa por três votações e redação final, se aprovado segue para sanção do prefeito. Diante da aprovação na primeira discussão por 11 votos a 9, a vereadora Kitty Lima (REDE) acredita o placar permaneça semelhante e que o projeto seja aprovado.

Ela criticou a postura do vereador Palhaço Soneca, que é contra a aprovação do projeto e defende a ideia que a aprovação deixará vários trabalhadores desempregados. “É difícil dialogar com um vereador que nem lê o projeto. Estamos há um ano e meio trazendo essa discussão para esta casa e ele não participa. Além disso, ele não tem projeto nenhum para ajudar aos carroceiros. Ele quer apenas propagar o ódio”, pontuou.

Cavalo de lata – No PL, a vereadora defende o fim gradativo das carroças, e alfabetização, cursos profissionalizantes, e inserção no mercado de trabalho. “Vários carroceiros já me confidenciaram que querem mudar de profissão, os que não desejarem, receberão cavalo de lata, uma espécie de carrocinha movida por uma bicicleta”, explicou.

Soneca – Mas, o Palhaço Soneca entende que o PL só atende à causa da vereadora Kitty Lima, de defender os animais, sem se preocupar com os trabalhadores. “Aqui estão pais de família, trabalhadores que tiram da carroça o sustento de suas famílias que não podem ser enganados “, disse.

O vereador defende a realização de cursos de capacitação para os carroceiros, para que usem o meio de transporte de forma adequada, bem como a regulamentação das carroças. Palhaço Soneca prega, também, fiscalização na prestação do serviço.