Sem dar nomes, o ex-vice-prefeito de Aracaju (SE) José Carlos Machado (PPS) criticou o cenário conturbado, no qual se encontra a oposição do Governo Estadual em Sergipe. Ele preferiu não apontar o responsáveis ou responsável pela situação, mas apontou o que é preciso fazer para resolver a situação.

Machado foi entrevistado pela radialista Magna Santana durante o Jornal da Fan desta segunda-feira, 8.

Segundo ele, a oposição precisa estar unida se pretende ganhar as eleições municipais em 2020. “A oposição não saiu vencedora no pleito de 2018 por vaidade. Dos erros do passado, ficam as reflexões. Hoje a oposição ainda está esfacelada, mas o ex-deputado federal André Moura (PSC), já dá sinal de que está disposto a ajudar na resolução desse problema, quando convoca lideranças para uma conversa. Portanto acredito que com o empenho de todos é possível mudar este cenário”, pontou.

Mudança de partido

Convidado pela presidente nacional do PSD, Gilberto Kassab, para integrar a sigla e também por André Moura, para ingressar no PSC, Machado disse que pode deixar o PSS, mas que precisa fazer uma avaliação muito criteriosa. “Terei tempo para pensar até o final deste semestre pelo menos. No próximo ano, não teremos mais coligações. Portanto os partidos precisam de nomes fortes para vencer e tudo isso deve ser levado em conta”, afirmou.