As obras do Colégio Atheneu Sergipense, um dos mais tradicionais de Sergipe, ficam pronta em julho, prevê o governo do Estado. Cerca de 80% dos serviços foram executados. No período das obras, os alunos foram transferidos para o Instituto Rui Barbosa, na rua Laranjeiras. A reforma do prédio começou em outubro de 2017 com previsão para terminar em um ano.

Executada pelo governo de Sergipe, por meio da Companhia Estadual de Habitação e Obras Públicas (Cehop), a reforma e modernização do Atheneu custam R$ 8.387.488,41, oriundos de recursos do tesouro estadual.

Salas de aula serão climatizadas. Fotos: Marcos Rodrigues/Seinfra

A obra consiste na recuperação de partes da sua estrutura, revitalização do refeitório, construção do grêmio estudantil e sala de dança, revisão da cobertura, esquadrias de madeira, cobogós e grades de proteção. Foram feitas, também, a implantação de sistema de climatização de ar, recuperação dos banheiros para pessoas com deficiência, da estrutura metálica da quadra poliesportiva, pavimentação dos acessos e passeios e piso cerâmico e pintura geral interna e externa, substituição dos quadros verdes pelos quadros de fórmica brancos e algumas ampliações.

“Estamos em um bom ritmo de serviços, a urbanização e a pintura tiveram um avanço considerável e se continuar nesse ritmo de trabalho, tudo indica que em julho o colégio será entregue”, completa do diretor técnico, Howard Lima.

Nesta fase da obra, segundo o engenheiro, 60 profissionais estão a frente dos serviços.