O presidente da OAB em Sergipe, Inácio Kraus, esteve hoje, 12, com o secretário de Segurança Pública João Eloy e disse que a entidade acompanhará de perto as investigações. Ele pediu empenho à SSP para dar celeridade na apuração do homicídio do advogado Jeferson Feitoza, ontem em Aquidabã, e garantiu confiar no trabalho da polícia de Sergipe.

“A exemplo de outros casos, prometemos empenho e agilidade para esclarecer esse caso e dar uma resposta convincente aos familiares e à população de Aquidabã. Cada investigação tem seu tempo e esperamos que essa tenha desdobramentos imediatos”, afirmou o secretário da Segurança Pública, acompanhado na reunião pelo coordenador das Delegacias do Interior, delegado Jonathas Evangelista. A reunião aconteceu hoje de manhã, na sede da SSP com uma comissão da OAB-SE.

Na reunião, o secretário informou que determinou ao delegado Dernival Eloi, diretor do Complexo de Operações Policiais Especiais (Cope), assumir as investigações, após os primeiros levantamentos sobre o crime.

Segundo João Eloy, investigadores da Coordenadoria do Interior (Copci) e Delegacia de Nossa das Dores realizaram os primeiros levantamentos e obtiveram várias informações, que já estão sendo trabalhadas pelo Cope.

Sepultamento – O advogado Jarbas Feitoza de Carvalho Filho, 33 anos, foi assassinado com dois tiros no início da tarde desta segunda-feira (11), em Aquidabã. O corpo está sendo velado sítio de seu pai, Jarbas Feitoza de Carvalho, no povoado Caatinga, na cidade onde morava e o sepultamento será amanhã, 13, às 10h, no Cemitério Nossa Senhora Santana, também em Aquidabã. A espera pelo sepultamento é para aguardar a chegada de uma das filhas de Feitoza que mora fora do país.