O delegado da 8ª delegacia Metropolitana, Fernando Melo, disse que Aline Silva de Carvalho, 32, presa ontem, 26, ao ser flagrada fraudando exames de câncer no Centro de Oncologia do Hospital de Urgência de Sergipe (Huse) deverá responder por crime de estelionato. O inquérito será concluído em 30 dias. Aline foi liberada e irá responder pelo crime em liberdade.

Para Fernando Melo, Aline cometeu a fraude para arrecadar dinheiro, e não para tentar reatar o casamento. Ela confessou em depoimento ontem à tarde que o intuito era manter o relacionamento que já vinha desgastado “e não era o dinheiro a principal causa da loucura que havia feito”, disse Aline ao delegado.

Aline tem dois filhos e recentemente fez uma cirurgia para redução de mama. Ela teria dito que fora a partir dessa cirurgia que havia descoberto que câncer.

Entenda – Aline foi presa durante a consulta médica e levada à delegacia. Ela chegou a arrecadar R$ 7 mil com a campanha iniciada em outubro do ano passado e a tomar seis sessões de quimioterapia no Centro de Oncologia do Huse entre dezembro do ano passado e abril deste ano. O esquema foi descoberto por meio de uma denúncia anônima.

Ouça o áudio da entrevista do delegado Fernando Melo ao repórter Narcizo Machado: