Uma mulher identificada como  Valdira Gomes de Souza, de  65 anos morreu na manhã desta quinta-feira, 31, dentro de casa, no Conjunto Albano Franco II. Um dos filhos dela contou que a mãe foi encontrada vomitando sangue e chegou a ser socorrida pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), que constatou o óbito e orientou que a polícia fosse acionada, já que havia marcas de possíveis agressões na região da cabeça.

Segundo o filho, Valdira era alcoólatra e morava com um homem identificado como Gilson Dantas, de 55 anos, que também era dependente químico. Ele revelou que as brigas entre o casal eram constantes.

Gilson conversou ao vivo com o radialista J Pereira durante o Jornal da Fan e negou que tenha agredido a esposa. “Eu estava lá nos fundos e quando cheguei aqui na cozinha já encontrei ela botando sangue pela boca, joguei água na cabeça dela e corri pra chamar os filhos dela. Se eu tivesse feito alguma coisa, não estaria aqui”, afirmou.

A Polícia Militar foi acionada e isolou o local até a chegada da Polícia Técnica. O Instituto Médico Legal (IML) já foi acionado para fazer o recolhimento do corpo.