Os rodoviários que trabalham no transporte coletivo da Grande Aracaju aceitaram a contraproposta da classe patronal e desistiram de entrar em greve durante o carnaval. A categoria se reuniu hoje em assembleia e decidiu acatar os 5% de reajuste salarial. O aumento passa a valer a partir de 1º de março.

“O sindicato e a categoria saíram vitoriosos. É preciso garantir os postos de trabalho e depois negociar”, disse Miguel Belarmino, presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários de Aracaju (Sinttra). Segundo ele, a proposta inicial da categoria era 10% contra 1,7% dos patrões.

Com o aumento, o salário de motoristas passa de R$ 2002,53 para R$ 2102,66; o de cobrador, de R$ 1.115,21 para 1.170,98. Já os tickets, que têm mesmo valor para ambos os grupos, sobe de R$ 550 para R$ 577,50.