No dia do aniversário da transferência da capital de Sergipe, esse domingo, 14, as comemorações pela data se iniciaram na colina do bairro Santo Antônio, onde a cidade nasceu. Uma Missa em Ação de Graças  foi celebrada pelo arcebispo metropolitano Dom João José Costa. O prefeito Edvaldo Nogueira exaltou a força e a vitalidade de Aracaju e do seu povo. Após o evento religioso, foi realizada a tradicional aposição de flores no monumento erguido em homenagem ao fundador da cidade, Inácio Barbosa, na Praça do Mini-Golfe.

Responsável pela condução da Missa em Ação de Graças, o arcebispo de Aracaju, Dom João José Costa, lembrou as responsabilidades de cada cidadão para colaborar com o desenvolvimento da cidade. “Nosso compromisso é o de contribuir para que Aracaju continue sendo este espaço de bom viver para todos. Que nossa cidade continue, cada vez mais, avançando, na qualidade de vida para todos que residem na nossa capital”, declarou.

Foto: PMA

Da colina, prefeito e autoridades foram para a praça do Mini-Golfe, onde ocorreu o segundo evento do dia. No local, Edvaldo deu início às homenagens com o hasteamento das bandeiras. Logo após houve o acendimento da pira pelo gestor municipal e pelo aluno da Escola Municipal de Ensino Fundamental EMEF Professor Diomedes, Genysson dos Anjos, seguido pela aposição de flores, no monumento em reverência a Inácio Barbosa, fundador de Aracaju, que foi conduzida pela Banda de Música do 28º BC.

Em seu discurso, o prefeito Edvaldo Nogueira destacou o privilégio de poder participar do ato, pela nona vez, como chefe do Executivo. “Tem um significado especial. É simples, mas ainda assim é muito marcante. Aracajuano que sou de coração, aprendi a amar esta cidade, que me deu tudo que tenho. Me sinto um felizardo por participar deste momento, mais uma vez”, pontuou.

Fonte: PMA