O presidente do Tribunal Superior Eleitoral, Luiz Fux, votou nessa terça-feira, 12, pela cassação de nove deputados de Sergipe por suposto desvio de verbas na assembleia legislativa do estado. Além da votação, Fux pediu a imposição de multas, mas sem cassação de registro, a outros nove parlamentares e ex-parlamentares. O ministro também sugeriu a absolvição de quatro suspeitos.

O ministro Fux, é relator do processo. Desde o começo da análise da documentação  22 pessoas já foram  punidas pelo Tribunal Regional Eleitoral do estado por crimes e irregularidades eleitorais.. Seis ministros do TSE ainda precisam dar os votos sobre os 22 acusados, em data ainda não prevista.

No processo está descrito que antes da eleição de 2014, cada deputado recebeu R$ 1,5 milhão em subvenções sociais para distribuir os valores, na forma de emendas, a entidades sociais do estado. Em dezembro de 2014, a Procuradoria Regional Eleitoral (PRE) ajuizou ações contra 23 deputados da legislatura vigente à época na Assembleia apontando uso indevido desses recursos e crime eleitoral.