Delegada Mayra Moinhos/ Foto: PM-SE

Após o resultado da Operação Fênix, deflagrada na última terça-feira, 17, o secretário da Segurança Pública, João Eloy de Menezes, determinou uma intervenção administrativa imediata no Instituto de Identificação de Sergipe pelo prazo de 30 dias, com possibilidade de prorrogação por mais 30 dias.  A delegada Mayra Moinhos será a intervendora e coordenará uma comissão com mais cinco pessoas.

A decisão da Secretaria de Segurança Pública (SSP) é para que o fluxo de atendimento e critérios de análise para confecção de carteiras de identidade sejam modificados.

Conforme o texto da portaria, entre os principais objetivos da comissão para a intervenção administrativa estará a de “apurar irregularidades, elencá-las, e corrigi-las, nos limites de suas atribuições; confeccionar e enviar relatórios semanais ao secretário da Segurança Pública e relatar indícios de crimes e atos administrativos supostamente infracionais”.