O Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBIO), órgão governamental ligado ao Ministério do Meio Ambiente e responsável pela Serra de Itabaiana, poderá acionar a Polícia Federal para apurar as causas do incêndio que durante quatro dias consumiu cerca de 25% da vegetação da serra.

O fogo foi controlado ontem, quarta-feira, 27, por dezenas de brigadistas. O incêndio na Serra de Itabaiana, região agreste de Sergipe, começou no sábado pela manhã, 23, e rapidamente as chamas se espalharam em decorrência da mata que está seca pelo longo período de estiagem.

O ICMBIO informou que irá abrir procedimento para identificar a causa e quem provocou o incêndio. As causas do incêndio ainda são desconhecidas, mas existe uma suspeita que tenha começado em uma roça. Uma multa pode ser aplicada ao responsável pelo sinistro.