Moradores dos bairros  Aruana, Aeroporto, Robalo, Mosqueiro e São Conrado, na Zona Sul de Aracaju, estão assustado com a grande quantidade de caramujos africanos que tem aparecido na região. Uma moradora do bairro aeroporto, disse que que eles costumam aparecer em seu quintal e em córregos da área, segundo ela, a quantidade impressiona e no período chuvoso eles costumam aparecer com mais frequência. O caramujo não transmite doença, mas oferece risco à população por sua concha estar passível de acúmulo de água, podendo criar foco do mosquito Aedes Aegypti, vetor de doenças como Dengue e chikungunya.

A Secretaria Municipal da Saúde de Aracaju (SMS) informou que as demandas com relação ao aparecimento de caramujos são atendidas pelo o Centro de Zoonoses, que  encaminha uma equipe  ao local para orientar os moradores  da área afetada. Ainda de acordo com a SMS, o manejo do molusco deve ser feito com luvas e a exterminação deve ser feita através de incineração.

O órgão também informou que a situação está controla em Aracaju e que não há motivos para preocupação.

Foto: Infoescola