O Partido Social Liberal (PSL) solicitou ao Tribunal Regional Eleitoral de Sergipe (TRE-SE) a substituição do candidato impugnado, João Tarantella, por Eduardo Cassini. A informação já consta no sistema do TRE-SE e a situação do pedido de registro de candidatura está classificada como “indeferido com recurso”.

“Houve traição do presidente do partido. A equipe de candidatos que gerou o problema no registro quem montou foi o presidente Waldir Viana, depois ele ligou para a nacional e disse que quem poderia resolver o problema era el. Nós vamos recorrer ao TRE, TSE, STJ, STF e até ao Papa Francisco se for necessário”, afirmou Tarantella.

Para o partido não houve traição e a substituição foi feita após dar a Tarantella toda oportunidade de reverter a impugnação. “Tarantella teve toda oportunidade, não faz parte da política do PSL a politicagem, não seria justo o eleitor votar o partido e não ver seu voto contabilizado. Tarantella não representa mais os interesses de Jarir Bolsonaro em Sergipe”, arrematou o presidente Waldir Viana.

Eduardo Cassini é paulista, bancário e tem 48 anos.