Na noite desta quarta-feira, 16, em um restaurante da Orla de Atalaia, em Aracaju, lotado de advogados, militantes de movimentos sociais, professores e políticos, o atual presidente da OAB-Sergipe, anunciou a sua pré-candidatura ao Senado

“Essa ideia surgida de uma energia ganhou força e é coletiva. Tenho 25 anos de militância na advocacia. Não tenho dúvida que estou diante do maior desafio de minha vida. Eu aceito o desafio”, disse Henri Clay.

Jantar foi por adesão. Presidente do Pátria Livre diz que Henri Clay fará história

Antes de Henri Clay, usaram a palavra, professores e advogados, como Evaldo Campos e Carlos Alberto Menezes, o vereador de Aracaju, Elber Batalha Filho e Niuly Campos que são do PSB e o presidente do Partido Pátria Livre (PPL), António Cláudio Neves. Todos com discursos de apelo para que o presidente da OAB aceitasse o desafio de lançar sua pré-candidatura.

Alianças – Segundo presidente do partido e o agora pré-candidato Henri Clay, os diálogos continuam para definir com quem o PPL irá se coligar. Questionados sobre o diálogo com o PSB, ambos desconversaram e jogaram um para o outro a responsabilidade. O vereador Elber Batalha falou no evento em nome da cúpula do PSB. “Trago abraço do senador Valadares e do deputado Valadares Filho”, disse Elber.