O Sindicato dos Trabalhadores em Transporte Rodoviário de Aracaju (Sintra) informou nesta segunda-feira, 25, que os ônibus do transporte coletivo da capital podem não sair da garagem a partir de quinta-feira, 28, se o reajuste salarial solicitado pela categoria não for concedido.

O secretário-geral do Sintra, Valtenes Porto informou que a categoria inicialmente  pediu um reajuste de 10%, mas acabou cedendo e agora pede 8%. O Sindicato das Empresas do Transporte de Passageiros de Aracaju (Setransp) apresentou uma contra-proposta de 2% e o Sindicato das Empresas do Transporte de Passageiros do Estado de Sergipe (Transpase) de 4%, mas as duas propostas foram rejeitadas.

O Sintra estabeleceu, que se até às 9h da quinta-feira, 28, não for apresentada uma contra-proposta justa, o serviço de transporte coletivo na Grande Aracaju será suspenso.

O Setransp ainda não se posicionou sobre o assunto. O Transpase informou que tem uma reunião com representantes da categoria na tarde desta segunda-feira, 25, e que diante disso, acredita que a situação possa ser resolvida sem a necessidade de greve.