O chefe da Divisão de Apoio do Parlamento da Câmara Municipal de Aracaju (CMA), Paulo Roberto Santos Mota, 55 anos, conhecido como Paulinho, foi encontrado morto dentro do prédio anexo da Câmara, por um colega de trabalho na manhã esta sexta-feira, 1º de março. O velório será no OSAF à partir das 14h. O sepultamento será no Cemitério São Benedito, às 17h.

Segundo informações da CMA, o porteiro que encontrou o corpo de Paulo Roberto, chegava ao trabalho, quando se deparou com o colega morto em um dos banheiros.

O Samu foi chamado ao local e atestou morte por infarto. O Instituto Médico Legal também foi chamado pela Câmara.

Foto: CMA

Paulinho era funcionário antigo da casa e atualmente trabalhava no anexo, onde funcionam os serviços administrativos.

Paulinho deixa a esposa Gilvanda Maria Santos, e duas filhas: Tairine Santos Mota Souza e Ana Paula Santos Mota.

O presidente da Câmara Municipal de Aracaju (CMA), Nitinho, disse estar consternado com o falecimento do amigo e informou que a CMA dará todo o apoio necessário aos familiares. “Sempre alegre e prestativo, Paulinho era bastante querido por todos”, disse.