Cleverton Sales-adolescente morto

Inconformada, a mãe do adolescente Cleverton Sales dos Santos, morto a paulada em Capela (SE) na noite dessa quinta-feira, 12, conversou com o radialista Cláudio Salviano da Fan Fm. A dona de casa, Maria José Barbosa pediu Justiça. “Meu filho chegou em casa quieto e calado, foi pro quarto e com pouco tempo eu o vi se contorcendo e gritei por socorro. Ele deu o último suspiro na minha frente. Eu quero que quem fez isso, pague perante a lei”, apelou.

Familiares e amigos já se concentram em frente a residência da família, onde aguardam pela chegada do corpo, que até às 8h30 permanecia no Instituto Médico Legal (IML), em Aracaju.

Família aguarda a chegada do corpo do adolescente para iniciar o velório

Moradores do Povoado Saúde, disseram estar chocados com a forma como o adolescente foi morto. Em entrevista, uma moradora do local, disse que viu o momento em que Cleverton foi atingido por duas pauladas. “Ele estava de cabeça baixa, chupando pitomba, quando outros jovens chamaram o senhor de cotó, e ele acabou pagando pelo outros, quando foi surpreendido com as pauladas e só não apanhou mais porque nos intervimos”, informou.

“Mesmo com a prisão do responsável, meu filho não volta mais, meu menino se foi”, lamentou a mãe do adolescente.

O corpo do adolescente será velado na casa da família, no Povoado Saúde, em Capela (SE). O sepultamento, acontece no cemitério do povoado, em horário ainda não definido.

Entenda o caso

No meio de uma confusão pela distribuição de água no Povoado Saúde, no município de Capela (SE), um adolescente de 14 anos, identificado como Cleverton Sales dos Santos  acabou morrendo na noite dessa quinta-feira, 12. De acordo com informações do próprio autor do crime, um senhor identificado apenas como José, de 70 anos, a criança acabou recebendo uma paulada na cabeça depois que jovens, no meio da confusão passaram a chamá-lo pelo seu apelido, que seria “cotó”, em referência a uma deficiência em um dos braços.