O Ministério Público do Estado de Sergipe, através da 9ª Promotoria de Justiça e Direitos do Cidadão de Aracaju, ingressou com uma ação judicial pedindo a determinação para  que o Governo do Estado coloque a Carreta do Câncer em funcionamento em até 30 dias, sob pena de bloqueio da conta única do Governo do valor de R$ 2.709.995,00, valor referente ao custo total da carreta.

A ação pede ainda que o Governo seja notificado e se manifeste sobre a decisão, em 72h.

O promotor de justiça, Manoel Cabral Machado Neto, afirma na decisão que a a medida reafirma “o compromisso do MPE com a sociedade, zelando pelo efetivo respeito dos Poderes Públicos ao erário e aos direitos assegurados na constituição, primando, em especial, pela continuidade do serviço público essencial que é a saúde, evitando a desassistência da população”.

A “Carreta do Câncer” é um equipamento usado para realização de exames e diagnósticos do câncer.

O veículo, no valor de R$ 2.709 milhões, está pronto e inspecionado desde junho do ano passado, mas o Governo diz que não tem dinheiro para pagar à vista e que precisa receber primeiro o veículo para efetuar o pagamento, já o dono não aceita receber parcelado e diz que só entrega a carreta depois que receber o dinheiro.