José de Jesus Santos é morador do conjunto João Alves, em Nossa Senhora do Socorro, o maior município do interior de Sergipe em população (181.503 habitantes) e foi diretor do posto de saúde Tancredo Neves, que fica nessa unidade habitacional, por quatro anos. Ele também foi vereador de Socorro, cidade da Grande Aracaju, e denunciou no Jornal da Fan desta terça-feira, 26, que a secretaria de Saúde de Socorro está retirando medicamentos e médicos desta unidade para usar em mutirões de saúde. Denunciou, também que a população só consegue marcar procedimentos no posto na secretaria, por indicações de lideranças comunitárias e de políticos.

“A secretaria é para administrar as unidades, não é para marcar exames. Eles deixam de dar assistência a quem dorme na unidade, para quem dorme na fila que se forma na secretaria de saúde…Eles dão prioridade aos líderes comunitários, líderes políticos, amigos dos políticos e amigos do secretário e do prefeito, transforma um inferno a vida dessas pessoas. Essa situação já vem de várias gestões. Eu vivi quatro anos dentro da unidade e vi essa falta de respeito e o secretário que vem aí agora, acha melhor seguir essa falta de respeito”, afirmou.

Ele denunciou ainda o uso de insumos,  medicamentos e médicos em mutirões de saúde que vêm ocorrendo desde a semana passada. “É um vício maligno!”, denunciou. Segundo o ex-vereador, a prefeitura de Socorro, através da Secretaria de Saúde, leva o povo de ônibus em dias de sábado para uma escola em um dia de sábado para realizar atendimentos em saúde, onde disponibiliza remédios e equipes médicas que deveriam estar sendo disponibilizados nos postos. “Isso é um absurdo! É um programa arcaico, assistencialista, é preciso ter respeito com quem dorme na fila”, exclamou.

Socorro responde – O secretário de comunicação de Nossa Senhora do Socorro, jornalista Renato Nogueira, informou que o secretário de Saúde Enock Ribeiro está em Brasília acompanhado o prefeito padre Inaldo.

Nogueira negou a interferência da Secretaria de Saúde na marcação de exames e de quaisquer outros procedimentos e assegurou que a Secretaria é de porta aberta para receber pessoas da comunidade. Disse que se isso acontecia no passado, não acontece mais.

Quanto ao programa que a prefeitura vem realizando, o “Prefeitura de Socorro em Ação”, Renato Nogueira explicou que vem sendo realizado com sucesso e vem incomodando adversários políticos.  “É uma série de ações realizadas por diversas secretarias e órgãos para a população”, disse o secretário, ao elencar os serviços, entre eles, saúde e outros assistenciais, como embelezamento, confecção de currículos , entre outros.

O jornalista reconheceu as deficiências da saúde no município, mas disse que a prefeitura tem trabalhado para buscar recursos para levar uma saúde melhor para os munícipes.

Veja o vídeo com a denúncia do ex-diretor e ex-vereador Santos: