Formada em Direito pela Universidade Federal de Sergipe (UFS), a mais nova deputada do parlamento espanhol, Maria Dantas, conversou com exclusividade na manhã desta terça-feira, 30, com o radialista Narcizo Machado, durante o Jornal da Fan, por chamada de vídeo. Sergipana de Aracaju , ela falou da sua relação com sua cidade natal.

“Eu sou o que sou e devo a minha terra, minhas raízes, minhas referências. Não devemos perder a essência jamais, mesmo que estejamos há anos fora do nosso lugar. Amo Sergipe amo cada pedaço da minha terra. É um lugar de gente forte, de gente guerreira”, descreveu a deputada.

Na UFS, Maria Dantas foi contemporânea do ex-governador de Sergipe, Marcelo Déda, e revelou que viveu momentos incríveis dentro da Universidade. “Fui muito feliz ali. Aprendi muito com as aulas do professor Carlos Ayres Brito, hoje ex-presidente do Supremo Tribunal Federal (STF)”, destacou.

Em busca de mais conhecimento, ela embarcou para Espanha há 25 anos, fez especializações e ingressou em movimentos populares, coletivos e ações de defesa dos direitos humanos, o que segundo ela, a levou ao parlamento. “Na Espanha, não se vota em um candidato, mas no partidos. Eu sempre fiz política. A vontade de enfrentar esta economia de mercado e o discurso racista me fizeram chegar até aqui”, afirmou.

Em uma de suas primeiras entrevistas, após ser eleita, Maria Dantas afirmou que irá denunciar, o que ela classificou como atrocidades do Governo Bolsonaro. “O governo dele é visto como um governo de extrema direita, Neofacista. O Brasil não quer ver, mas aqui na Europa Todo mundo sabe. Eu me oponho a essa prática e defenderei o combate a ela. Tenho comigo a certeza que levanto a bandeira de uma mulher que hoje representa a luta universal pelos Direitos Humanos, que é Marielle Franco”, finalizou.

Maria Dantas, chegou ao parlamento espanhol sem fazer campanha política. Ela estava em Aracaju até a semana passada, por questões familiares. A sergipana ainda não apontou data, mas disse que em breve retornará à Sergipe.