O desembargador Diógenes Barreto, do Tribunal de Justiça de Sergipe (TJ-SE), concedeu há pouco nesta quinta-feira, 22, habeas corpus ao prefeito de Itabaiana, Valmir de Francisquinho (PR). Ele ainda encontra-se no Presídio Militar (Presmil). A expectativa, segundo o advogado dele, Evânio Moura, é que Valmir seja posto em liberdade até às 17h.

Evânio Moura explicou que o prefeito teve a prisão revogada pela concessão de um agravo regimental. O advogado disse ainda que o HC beneficiou, também, o secretário de agricultura Erotildes de Jesus e as outras três pessoas que haviam sido presas durante a Operação Abate Final.

Valmir de Francisquinho foi preso no dia 7 de novembro e indiciado pelos crimes de  licitação, excesso de exação qualificada (cobrança indevida de tributos) e associação criminosa no último dia 16 pela Abate Final.