O inquérito que apura as causas do incêndio que provocou o desabamento do prédio no centro da capital paulista concluiu que um curto-circuito no apartamento 55, no quinto andar deu início às chamas.  Hoje, 03, à tarde, a polícia ouviu a moradora do apartamento, Walquíria Camargo Nascimento. A filha dela, Cecília Nascimento, está internada na UTI do Hospital das Clínicas em estado grave.

Na tomada onde deu início o curto estavam ligados uma TV, um aparelho de micro-ondas e a geladeira. O fogo começou e rapidamente se alastrou. O marido dela também está internado.

Policiais do 3º Distrito paulista chegaram à família, que estava sumida, após relatos de outros moradores.