A quase um mês da 36ª Corrida Cidade de Aracaju atletas aquecem os treinos. Este ano, a prova que conta com percursos de 5km, 10 km e 24 km, irá reunir quatro mil corredores de várias partes do país. Excepcionalmente, a corrida de 2019, que tradicionalmente ocorre no dia 17 de março, quando se comemora o aniversário de Aracaju, será no dia 23 de março.

A aracajuana Néclea Dantas de Carvalho já participou de oito competições, sendo a maioria de 10 km. Agora, vai correr a Cidade de Aracaju, evento que marca o aniversário de 164 anos da capital sergipana. “Estou na contagem regressiva. Treino três vezes por semana para fazer bonito na competição. Eu levo a sério mesmo, afinal das contas a ‘São Cri Cri’, como é carinhosamente chamada, é a corrida mais aguardada do ano”, afirmou.

Ana Mércia treina para a São Cristóvão. foto: André Moreira/PMA

A corrida tradicional chama a atenção de participantes e também do público. O percurso fica tomado de pessoas que vibram, torcem e gritam durante todo o percurso. Ana Mércia Santana tem quatro filhos e um neto. Vez ou outra, o esposo a acompanha nas corridas. Aos 43 anos de idade, nunca participou dessa que homenageia a capital e apesar de ter 50 medalhas de outras disputas, admite estar nervosa. Por isso, tem treinado bastante. A Orla da Atalaia é um dos locais onde costuma correr.  “Eu corro pelo menos duas vezes por semana, durante 40 minutos. Durante a semana também faço musculação, zumba e aulas de GAP (glúteo, abdômen e perna). A depender da atividade, eu treino sozinha ou acompanhada”, explicou.

Alteração de data – A corrida teve a data alterada no ano passado para não prejudicar um outro evento também bastante tradicional – a procissão Senhor dos Passos, realizada há mais de 200 anos na cidade histórica de São Cristóvão.