A família do caminhoneiro encontrado morto na cabine de um caminhão na tarde dessa quarta-feira, 20, era natural da cidade de Porto Alegre (SE). De acordo com a assessoria de comunicação do Instituto Médico Legal (IML) de Sergipe, a família do caminhoneiro identificado como Edisson Ricardo de Aguiar, 47, já entrou em contato com os profissionais da unidade e está tomando as medidas cabíveis para conceder uma procuração ao representante de uma funerária de Aracaju (SE), para que seja feita a liberação do corpo e o translado até o Rio Grande do Sul.

O IML recolheu amostras do corpo para exames complementares, mas informou que os indícios são de que o caminhoneiro tenha morrido por causa natural.

Entenda o caso

O corpo  Edisson Ricardo de Aguiar, foi encontrado dentro da cabine de um caminhão estacionado no Povoado Pau Ferro, que fica entre municípios de Maruim (SE) e Laranjeiras (SE), próximo a BR 101.  O veículo estava estacionado em um posto de gasolina há cerca de três dias e o mau cheiro chamou a atenção da população, que acionou a Polícia Militar.