O Bombeiro Militar de Sergipe subtenente Rinaldo Freire embarcou neste domingo, 31, junto para ajudar nos auxílios às vitimas do ciclone tropical que tocou o solo em Moçambique, no último dia em 14. Ele faz parte da Força Nacional de Segurança Pública (FNSP) e viajou com equipe de outros estados. Inicialmente, a permanência dos profissionais será de 30 dias, podendo ser prorrogado.

Tropa em formação antes do embarque. Foto: Força Nacional

Em sua primeira atuação internacional, a FNSP tem um efetivo composto por 20 especialistas em busca e salvamento. Eles transportaram botes e outros equipamentos adaptados ao tipo de resgate, atuando na cidade de Beira. A capital do estado de Sofala, uma das mais populosas do país e foi uma das localidades mais afetadas pelos fortes ventos, chuvas e inundações causadas pela passagem do ciclone.

O governo brasileiro, por meio do Ministério da Saúde também vai doar medicamentos e insumos estratégicos. Ao todo, serão enviados seis kits, totalizando 870kg, quantitativo suficiente para atender até 3 mil pessoas por um período entre três meses.