A nova pesquisa Ibope contratada pela TV Sergipe e divulgada nessa quinta-feira, 20, mostra que apenas o governador Belivaldo Chagas (PSD) teve ampliação de intenções de voto. Valadares Filho (PSB) oscilou na margem de erro e Eduardo Amorim (PSDB) estagnou.

Outra informação importante é quanto a avaliação do Governo, Belivaldo tem aprovação de 57%, quando somados os índices de Ótimo/Bom e Regular.

Confira os resultados divulgados pelo G1.com:

  • Valadares Filho (PSB): 21%
  • Belivaldo Chagas (PSD): 20%
  • Eduardo Amorim (PSDB): 17%
  • Dr. Emerson (Rede): 3%
  • Mendonça Prado (DEM): 2%
  • João Tarantella (PSL): 2%
  • Márcio Souza (PSOL): 1%
  • Milton Andrade (PMN): 1%
  • Gilvani Santos (PSTU): 1%
  • Branco/nulo: 23%
  • Não sabe: 9%

Compare com os dados da pesquisa realizada entre os dias de 14 a 16 de agosto:

Valadares Filho (PSB): 23%; Eduardo Amorim (PSDB): 17%; Belivaldo Chagas (PSD): 12 %; Dr. Emerson (Rede): 5%; Mendonça Prado (DEM): 3%;João Tarantella (PSL): 1%; Márcio Souza (PSOL): 1%; Milton Andrade (PMN): 1%; Gilvani Santos (PSTU): 0%; Branco/nulo: 28% e Não sabe: 9%.

Avaliação do governo de Belivaldo Chagas (PSD):

  • Ótimo/bom: 25%
  • Regular: 32%
  • Ruim/péssimo: 33%
  • Não sabem avaliar: 11 %

Simulação de segundo turno

  • Belivaldo Chagas (PSD): 35% X 33% Eduardo Amorim (PSDB); branco/nulo: 25%; não sabe: 7%
  • Belivaldo Chagas (PSD): 29 % X 42% Valadares Filho (PSB); branco/nulo: 23%; não sabe: 6%
  • Eduardo Amorim (PSDB) 29% X 37% Valadares Filho (PSB); branco/nulo: 27%; não sabe: 7%
 Sobre a pesquisa
  • Margem de erro: 3 pontos percentuais para mais ou para menos.
  • Quem foi ouvido: 812 eleitores.
  • Quando a pesquisa foi feita: Entre 17 e 19 de setembro.
  • Registro no TRE: SE-09362/2018.
  • Registro no TSE: BR‐05157/2018.
  • O nível de confiança utilizado é de 95%. Isso quer dizer que há uma probabilidade de 95% de os resultados retratarem o atual momento eleitoral, considerando a margem de erro.
  • 0% significa que o candidato não atingiu 1%. Traço significa que o candidato não foi citado por nenhum entrevistado.