Em mensagem lida aos deputados estaduais na abertura dos trabalhos legislativos de 2019 da Assembleia Legislativa de Sergipe (Alese), o governador Belivaldo Chagas (PSD) afirmou que já desceu do palanque e que trabalhará em comunhão com o governo federal.

“Atenderei toda e qualquer convocação do governo federal”, afirmou Belivaldo, citando que foi criada uma polêmica segundo ele, desnecessária, quanto à ausência de representantes do seu governo em recente evento realizado pelo ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro.

O governador fez um apelo para união dos poderes em prol da superação da crise econômica que vive o estado. Disse que acredita no importante papel da Alese e da oposição naquela Casa. Reafirmou que já “desceu do palanque”, e que a prioridade é enfrentar os desafios impostos pela realidade econômica e social de Sergipe.

Fafen – O governador afirmou que semana passada, em conjunto com o governador da Bahia Rui Costa (PT), enviou ofícios pedindo audiência com o vice-presidente da República e com o ministro das Minas e Energia. Na pauta a questão do fechamento ou hibernação da Fafen.

Assista à sessão solene para abertura da nova legislatura