O neto do ex-presidente Lula, Arthur Araújo Lula da Silva, de 7 anos, não morreu por causa de uma meningite, mas de infecção generalizada, provocada pela bactéria Staphylococcus aureus. A bactéria pode aparecer em infecções de pele ou em contusões, mas a ocorrência é rara, depende de uma série de fatores, desde as características da bactéria às condições do paciente e a sua suscetibilidade imunológica.

Há muitas cepas de Staphylococcus aureus.  As infecções provocadas por essas bactérias oscilam entre mortais e leves. Geralmente a porta de entrada é pelo nariz e na pele. A lavagem adequada das mãos pode ajudar a prevenir a sua propagação.

A informação de que o menino havia morrido de meningite tinha sido divulgada pelo Hospital Bartira, o qual o menino foi internado no início do mês de março, antes do falecimento. Mas, segundo a Prefeitura de Santo André, laudo de exame feito em Arthur descartou a doença.

Com informações de Uol